Total de visualizações de página

sábado, 19 de maio de 2012

Pequi Norte Mineiro

            (a delícia do sertão!...) 



Pequi Norte Mineiro?!...
Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

Esse é o pequi saboroso!
Esse é o ouro do sertão!
Pois ele dá sustança
Ao véio sertanejo,
E firma criança robusta
Neste agreste chão!...

Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

Há quem diga que ele cheira,
Outros, que fede, afirmam....
Mas, cheirando ou fedendo,
Da catinga cheirosa dele...
Ninguém aqui abre mão!

Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

Oia aqui seu moço,
Assunta só:

O pequi é fruto intrometido,
Se mete em qualquer lugar,
Se encontra nas festas da elite,
E  num falta na popular!...

Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

De quando da safra do pequi,
Já bem cedinho...( logo ao alvorecer)
Nas panelas do borralho se começa logo a prepará-lo.
Ai o fuxico do seu cheiro ou de sua catinga
Exala...(por todo canto)
Pelos telhados, ruas, praças e calçadas.
Enfim...
Por onde quer que se ande,
Ou por onde quer que se vá.
Ah! E a qualquer hora do dia ou da noite, viu?
Porque roer pequi, é com a gente mesmo!

Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

E lá por volta das dez horas da manhã,
Grita alguém de algum lugar:
Já tá pronto o “arroz com pequi”, gente!

Uai já, sô?!
Sussurram contentes
Os convivas já famintos,
E então...
Véios e véias...homes e muiés,
A moçada toda e toda a criançada da redondeza
Juntos se alvoroçam alegres...
E, de prato feito na mão,
Começam a farta degustação...

Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...

Consumada a comilança,
Olham-se com grande satisfação,
E berram num uníssono coro estridente:
Êita trem gostoso!...
Êita trem bão!...


Montes Claros(MG),  23-11-2011
RELMendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário